Arquivo para catamarã

Navegando ou voando?

Fiquei impressionado com esse vídeo. O Oracle Team USA está se aperfeiçoando não só em relação a sua equipe, mas também em relação a tecnologia. Certa vez me lembro de um amigo no iate clube que me disse, que os barcos novos voariam, e eu pensei, este cara está louco, mas é a mais pura verdade. Um barco voando, tem menos área de arrasto e com isso, fica mais rápido. Enfim, para quem gosta de cats, esse vídeo é a prova que os barcos atuais que irão participar da Americas Cup, estão voando, ao pé da letra.

Anúncios

Um sonho para se compartilhar

Esta noite eu tive um sonho maravilhoso, e quem me conhece sabe que não sou de ficar falando de sonhos, mas este em especial marcou, pois aconteceu de uma maneira que fez sentido ter ocorrido na véspera de ano novo.
Como todo sonho, eu não me lembro bem do começo (é interessante isso, poucas pessoas se lembram do começo dos sonhos), e inesperadamente me vejo em alto mar, velejando em um suave través com ondas médias de 1 metro, algumas lavando a proa do hobie cat, outras gentilmente afagando o bordo com sonoros splashs. O cenário era lúdico, pois o céu estava uma mistura de tons do azul para o laranja, como se fosse as paletas de cores de um pintor, depois de um trabalho realizado. Em nenhum momento me questionei onde eu estava ou para onde ia, simplesmente velejava sem um norte.
O vento era bom, enchia a vela e dava força ao barco para velejar na medida certa de um passeio, quando derrepente vejo na água um grande volume se levantar calmamente, como se pedisse licença pelo ato da sua chegada. Era uma baleia, que não poderia ser melhor representada, afinal tinha uma grande cabeça de caldas curtas. Coisa de desenho animado, e junto a ela, golfinhos que já saíram da água dando risadas e vieram como batedores para abrirem um dialogo franco e inesperado.
Os primeiros a falar foram os golfinhos, com um jeito parecido das fofoqueiras de plantão, falando todos ao mesmo tempo e perguntando demais. Queriam saber para onde ia e o que estava fazendo por lá. Não sabia responder absolutamente nada, e dava muitas risadas, pois além de lúdico é surreal ver animais falarem. Eu uma fração de tempo curta entre perguntas e conversas, a baleia interrompeu a todos com uma voz suave e disse, você está preparado?
Essa pergunta me causou uma grande angustia e ao mesmo tempo me deu uma grande coragem para dizer:
– Não sei ao certo o que me espera para responder se realmente estou preparado ou não, mas posso afirmar que neste momento, me sinto seguro para ir adiante, pois confio na minha vela e tenho vocês a minha volta, que me mostram ser bons amigos.
Repentinamente o silêncio recaiu sobre o olhar e todos ficaram com um leve sorriso de canto de boca, que eu imaginei ser um momento de confraternização de idéias, como se todos dissessem, ele entendeu o sentido da nossa visita.
E assim continuei velejando por muito tempo até acordar às 5 horas da manhã e me levantar no meu quarto e olhar para o mar, e entender que muitas vezes os nossos sonhos precisam ser realizados. O que falta é a iniciativa, pois apoio sempre terá, não importa para qual caminho nossos sonhos nos leve, novos amigos aparecerão para nos apoiar.
Bem, hoje irei velejar.

Feliz 2012 para todos os amigos e bons ventos sempre.

É hoje ou amanhã?

Não importa ao certo, afinal dizem que não dá sorte sair na sexta-feira, por isso o comandante Eduardo Zanella falou, sairemos a 12.01h do sábado. Parece um capricho, mas quando se trata de mar não devemos deixar de lado nenhum detalhe do que pode ser amanhã mais tarde a justificativa.

O Itusca, um cat de 45 pés, que noticiei aqui no Blog há alguns dias atrás, chegou há uma semana em Natal e aportou por aqui para receber gentilmente eu, Nelson, Lúcia e mais dois amigos do Eduardo que farão Natal – Trinidad e Tobago, durante um tempo estimado em 17 dias. Nesta viagem eu estarei levando o iPad para fazer testes severos com os novos e antigos APP´s de cunho marítimo, e ao final avaliarei a sua performance e usabilidade.

Nestes 17 dias irei noticiar, sempre que puder, os relatos da viagem com fotos e vídeos. Já em outro blog o do Diário do Avoante, o Nelson que também estará embarcado (http://diariodoavoante.wordpress.com/) abrirá um grande espaço no blog e no coração para falar mais sobre o cat Leopard, e esquecer um pouco os monocascos durante esta viagem que promete ser maravilhosa e muito divertida.

Espero que todos os leitores do VELEJAR CATAMARÃ aproveitem esses relatos e comentem, afinal em mar não sabemos o que está acontecendo em terra!

 

Itusca, o catamarã da Mormaii

Todo velejador tem um sonho em sua vida marítima, e para a maioria, a viagem em torno do mundo é uma tentação. Então há duas semana atrás comecei a pensar em escrever sobre este assunto, mas o papel principal deveria ser preenchido por um catamarã, afinal, monocasco não veleja por aqui.

E foi em uma das conversas boas do Iate Clube de Natal, que surgiu o nome Itusca. Me lembrei na mesma hora sobre o post que queria escrever e sai em busca de detalhes, pois a última notícia que eu havia recebido deles foi em 2010, quando já retornavam para casa.

Para que não conhece e que se inspirar para programar uma viagem, a dica é exatamente ao que estou me referindo, o projeto “Destino Azul”, feito em dois anos e meio por Flávio Jardim e Diogo Guerreiro (que já estão no Guinness Book como “A mais longa jornada de windsurf no mundo”, após percorrerem todo litoral brasileiro sobre suas pranchas), projeto idealizado pela Mormaii.

Eles embarcaram no veleiro Itusca, um catamaran de 45 pés (13,70 m), e saíram no dia 17 de agosto de 2008 do sul do Brasil, rumo ao Caribe, uma rota muito frequente para nós aqui de Natal. Uma viagem segura e bem programada, que não tinha data certa para acabar. Viajar em um catamarã, sem hora marcada e com patrocínio não é para qualquer um não. Então se você quiser ler mais sobre este projeto acesse www.destinoazul.com.br

Fica aqui um recardo, quando você quer, você consegue, mas não pense que vai cair no colo, se esforce pelo menos, ok?

%d blogueiros gostam disto: